Agro Pelo Amor registra doação de mais de 5 mil sacas de...

Agro Pelo Amor registra doação de mais de 5 mil sacas de soja e R$105 mil

COMPARTILHAR

A Associação de Apoiadores do Hospital de Amor de Dourados, juntamente com a diretoria da unidade hospitalar, lançou no domingo (4) a campanha Agro Pelo Amor. A iniciativa tem como propósito arrecadar grãos produzidos na região para serem convertidos em recursos que vão viabilizar a ativação do HA em Dourados. Durante o evento foram recebidas as doações de mais de 5 mil sacas de soja, R$125 mil, além de importantes contribuições como a pedra brita necessária para a obra, uma cuba de pedra esculpida em formato de coração e o material para a identificação visual da fachada do hospital.

Com área de 25 mil metros quadrados já doada pela família Guerra, e mais de R$28 milhões destinados pelo Sicredi Centro-Sul MS/BA para edificação do prédio, dos quais R$8 milhões já estão disponíveis em conta, o desafio agora é aquisição de aparelhos, mobiliários e equipamentos que viabilizem a ativação da unidade. As obras devem iniciar nas próximas semanas, com a terraplanagem garantida voluntariamente pela São Bento Incorporadora.

“Estamos chegando numa nova etapa, mais um desafio para realização desse sonho que tem um único objetivo: salvar vidas. O câncer é uma doença agressiva, que desestabiliza famílias e compromete a qualidade de vida, mas que é possível ser vencida através da prevenção. E nós estamos fazendo tudo isso para que o maior número de pessoas consiga ter acesso à informação, diagnóstico e tratamento precoce”, afirmou a presidente da AApoiadores, Cristiane Iguma.

Para o presidente nacional do Hospital de Amor, Henrique Prata, a solidariedade do agronegócio só comprova a força e capacidade de resiliência do setor. Prata aproveitou o evento deste domingo para relembrar o compromisso histórico do segmento para promoção do combate ao câncer no Brasil.

“O que temos aqui hoje é uma semente que está germinando com muita força, viabilizando um hospital com a capacidade de prevenção e intervenção, projetando uma espécie de atendimento de média complexidade com quimioterapia e radioterapia. Estamos estudando o crescimento do hospital na medida que vamos sentindo a força da sociedade”, frisou em entrevista aos jornalistas.

O presidente regional do Hospital de Amor, Ademar Capucci, vê na mobilização a força necessária para que Mato Grosso do Sul possa concentrar no Estado o enfrentamento ao câncer. “Precisamos avançar com esse empreendimento porque ele representa um marco para nosso Estado. Quem está envolvido no combate ao câncer sabe quantas pessoas diariamente entram em contato com a gente para ir tratar em Barretos. Não dá para comparar com a dimensão que é a unidade nacional, mas implementando esse trabalho aqui iremos contribuir significativamente para que nossas pacientes com câncer de mama, colo de útero e câncer de pele sejam tratados aqui, desafogando Barretos”, afirmou ao público reunido no Tatersal do Sindicato Rural de Dourados.

O propósito da diretoria do Hospital de Amor é conseguir proporcionar muito além da prevenção que já acontece desde 2020 em Dourados, um trabalho eficiente de tratamento do câncer com terapias inovadoras. Além das doações realizadas durante o almoço, um leilão solidário agregou mais R$8.200,00 ao caixa do projeto.

Segundo o diretor nacional do HA, Henrique Prata, a unidade de prevenção em Dourados já custa em média R$300 mil por mês, mantidos em sua totalidade através da generosidade da sociedade. Quem desejar contribuir para a ativação da unidade de prevenção e tratamento de câncer pode entrar em contato através do 67 3410-6600.