Dois morrem e sete ficam feridos em tiroteio na fronteira

Dois morrem e sete ficam feridos em tiroteio na fronteira

COMPARTILHAR
Entres as vítimas, gente grave.

Antônio Coca

Uma briga entre várias pessoas que participavam de uma festa na madrugada deste domingo no interior do Guincho JA Alarcon, na rua Sauce esquina com a rua professora Montiel Ortellado no bairro Obrero em Pedro Juan Caballero deixou duas pessoas mortas e pelo menos sete feridas.

De acordo com informações de testemunhas duas pessoas ainda não identificadas teriam causado confusão com outros participantes da festa e acabaram agredidos. Eles deixaram o local e disseram que voltariam para “resolver o problema”.

Logo depois acompanhados de outras duas pessoas eles retornaram ao local em duas motos e passaram a atirar contra os agressores deles. Depois do tiroteios os quatro fugiram.

Morreram no local Eliseo Castilho Areco e Pedro Javier Martinez Jara ambos de 22 anos. Os feridos foram identificados como Derlys Gustavo Paez Leiva, Celestino Ojeda Arevalos, Ana Paula Britez Gimenez, Marcel Matias Cardozo Barrios, José Galeano Diaz, Hector Ramirez Mendez e Antônio Boveda Rodas.

Quase todos os feridos receberam tiros nas pernas, mas Antônio Boveda levou um tiro no peito próximo ao coração e os médicos disseram que ele sobreviveu por “um milagre”. A bala está alojada no peito do rapaz e os médicos ainda analisam se precisará ou não ser retirada.

Na manhã deste domingo agentes da Polícia Nacional do Paraguai estiveram no local onde a festa aconteceu e realizaram perícia. Os feridos foram ouvidos no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero.