Guerra do tráfico: Casa é atingida por disparos de fuzil e pistola...

Guerra do tráfico: Casa é atingida por disparos de fuzil e pistola em Capitan Bado

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Desconhecidos realizam dezenas de disparos de fuzil e pistola contra residência de Zully Margarita Machuca de 47 anos, na Colônia Mariscal Lopes, distrito de Capitan Bado na fronteira com Coronel Sapucaia.
De acordo com informações ela seria a namorada de Eugênio Suárez Valiente, conhecido na região como “May Suarez”, acusado de um triplo homicídio e que vítima de um atentado a balas em 2016 e que segundo a Polícia Federal, seria ligado ao traficante Felipe “Baron” Escurra, responsável pelo envio de drogas e armas para o Brasil.

Informações da Polícia Nacional do Paraguai dão conta de que homens armados com fuzis calibre 5.56 e pistolas 9 milímetros e que estavam a bordo de um veículo dispararam contra a residência de Zully por volta das três horas da madrugada desta quarta-feira (1º). Ninguém ficou ferido, mas as marcas dos tiros ficaram na parte frontal da residência e também na varanda da casa.

Segundo a imprensa paraguaia o atentado pode estar ligado ao ataque que o suplente de deputado e acusado de tráfico, Rubens “Chicharô” Sanchez Garcete, sofreu recentemente. Bandos rivais estariam travando uma verdadeira “guerra” na região de Capitan Bado, Salto Del Guairá e Santa Rosa Del Aguaray pelo controle do tráfico na fronteira.