Internado no Paraguai sob suspeita de ser guerrilheiro passará por exame de...

Internado no Paraguai sob suspeita de ser guerrilheiro passará por exame de DNA

COMPARTILHAR

Autoridades de segurança do Paraguai farão exame de DNA no homem internado no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, suspeito de se tratar do guerrilheiro Alejandro Ramos, fundador e líder do grupo guerrilheiro Exército do Marechal Lopez. A princípio foram realizadas análises de impressões digitais que deram negativo para Alejandro.

O paciente se foi levado ao hospital como Lino Valenzuela, da localidade de Zanja Pitã, mas apresentou como doumento apenas uma certidão de nascimento considerada pelas autoridades como duvidosa com suspeita de adulteração. Comparação de DNA deve ser feita inclusive com material coletado de um filho de Alejandro, morto em confronto com a FTC – Força Tarefa Conjunta, no último dia 1º.