Morre segunda vítima do ataque de pistoleiros a ambulância no Paraguai

Morre segunda vítima do ataque de pistoleiros a ambulância no Paraguai

COMPARTILHAR
Condenado a quase 40 anos por mortes, Adelio segundo a polícia, seria mandante do ataque.

Morreu neste domingo (13), no Hospital do Trauma, em Assunção, Telma Rosa Bernal Ferreira, baleada na cabeça, durante ataque de pistoleiros a uma ambulância na cidade de Yasy Cañy, Departamento de Canindeyú. A informação é da Polícia Nacional do Paraguai

O ataque aconteceu quando a ambulância se dirigia para Assunção transportando Victoriano Ortellado Villalba, de 54 anos, que já havia sofrido outro ataque dias antes e acabou executado quando era levado para a Capital. Como havia suspeita de que ele pudesse ser executado no hospital da cidade, foi providenciada a transferência.

Rubén Llanes, diretor da Polícia de Canindeyú, disse ao portal Última Hora que outra mulher, identificada como Mirna Aniana Ortellado Villalba, (46), segue internada no Hospital de Trauma, atingida com tiros na altura do abdômen, lado direito. Telma Bernal, também vítima, era companheira de Victoriano, que morreu na ambulância atingido com vários tiros de pistola 9 milímetros. A polícia caça os dois pistoleiros que ocupavam uma motocicleta.