Paraguai e Brasil fazem mega operação contra narcotráfico na fronteira

Paraguai e Brasil fazem mega operação contra narcotráfico na fronteira

COMPARTILHAR
Forças do Paraguai e Brasil na operação.

Teve início a “Nueva Alianza XXVII”, a operação realizada pela SENAD do Paraguai em conjunto com a Polícia Federal do Brasil e em coordenação com o Ministério Público, a Força Tarefa Conjunta (FTC) e a Força Aérea do Paraguai. Com isso, um grupo especial de operações foi baseado na área de Capitán Bado, Departamento de Amambay, na fronteira com o Brasil em Coronel Sapucaia.

Dois helicópteros brasileiros e um paraguaio complementam a força operacional que visa afetar de forma significativa o crime organizado através da destruição de centros de produção e armazenamento de drogas e de plantações de maconha, principal produto de renda de organizações criminosas que operam entre o Paraguai e o Brasil.

O procurador Celso Morales acompanha as incursões aéreas e terrestres das equipes. No primeiro dia de operações, as intervenções aconteceram sobre as zonas de mata da localidade denominada Cadete Boquerón, onde foram detectados até áreas onde o preparo da terra para plantação estava sendo de forma mecanizada.

A operação durará cerca de duas semanas afetando as finanças e a logística das estruturas do narcotráfico. Somente no primeiro dia, 29 hectares de plantações de maconha, 1 tonelada da droga pronta foram retirados de circulação. Isso representa que cerca de 88 toneladas de maconha foram eliminadas, causando uma perda de lucros de cerca de 2,6 milhões de dólares para o submundo do narcotráfico.

O crime mecanizado.