Paraguai e Brasil fazem operação contra o narcotráfico na fronteira

Paraguai e Brasil fazem operação contra o narcotráfico na fronteira

COMPARTILHAR
Helicópteros e agentes da Polícia Federal estão na operação. (Divulgação)

Antônio Coca

Nova Aliança XXI é a operação antidrogas iniciada pela SENAD com o apoio das Forças Armadas do país e da Polícia Federal do Brasil. Um contingente operacional instalou-se em Pedro Juan Caballero, onde iniciou ações rurais e urbanas com a ajuda de dois helicópteros da Polícia Federal do Brasil e um da Força Aérea do Paraguai. O objetivo é atacar os centros de produção de maconha e aumentar o controle nas áreas urbanas de Amambay.

As tarefas começaram na terça-feira com uma forte presença antidrogas nas ruas, através de patrulhas e controles móveis em pontos estratégicos de Pedro Juan Caballero. Por outro lado, por meio de incursões aéreas em áreas arborizadas das cidades de María Auxiliadora e Estrella, campos e plantações ilegais foram detectados e destruídos.

20 hectares de maconha, 832 quilos de maconha prontos, 100 quilos de sementes e 12 campos de drogas foram destruídos por agentes antidrogas. As tarefas são acompanhadas pelo promotor Marco Amarilla.

A operação visa reduzir as taxas de violência na área e afetar lógica e financeiramente o crime organizado, causando perda de lucro, destruindo o principal produto de renda do narcotráfico na região: a maconha. As ações serão estendidas por mais alguns dias em vários pontos de Amambay.

Acampamentos e plantações destruídos.