Presos “ostentam” nas redes sociais e pente fino encontra armas em presídio...

Presos “ostentam” nas redes sociais e pente fino encontra armas em presídio da fronteira

COMPARTILHAR
Alguns dos materiais apreendidos.

Antônio Coca

Cerca de 60 homens da Policia Nacional do Paraguai fizeram na tarde desta segunda-feira uma operação “pente-fino” nas celas do Presídio Regional de Pedro Juan Caballero. A ação foi desencadeada depois que dois presos apareceram em um vídeo armados com duas facas e mostraram imagens de pistolas de munições que estariam no interior das celas.

Um dos presos foi identificado como Fredy Gonzalez Delvalle e segundo ele as armas seriam usadas para uma fuga em massa e também contra integrantes do Clã Rotela, uma organização criminosa que age dentro dos presídios paraguaios e constantemente entram em confronto com integrantes do PCC.

Ao todo foram apreendidas 120 armas como facas, facões e outros artefatos de fabricação artesanal como lanças, 15 aparelhos de telefones celulares, documentos e anotações das facções criminosas, maconha, crack e cocaína.

Segundo o promotor de Justiça de Pedro Juan Caballero, a trama foi descoberta pelo Serviço de Inteligência da Polícia Nacional e a ação teve que ser rápida pela gravidade do fato. Ele não comentou o fato das pistolas, das munições e das facas que aparecem nos vídeos não terem sido localizadas.

Durante a operação um preso identificado como Arnaldo Cáceres foi ferido no rosto por um disparo de bala de borracha, foi medicado e levado de volta para a cadeia. Recentemente confrontos entre presos do Clã Rotela, do PCC e do Comado Vermelho deixaram vários mortos e feridos em presídios no interior do Paraguai o que fez com que as autoridades daquele país aumentassem a vigilância dentro do sistema penitenciário.

Massa carcerária nada contente com colegas exibicionistas.