SENAD apreende mais de 38 toneladas de maconha em Amambay

SENAD apreende mais de 38 toneladas de maconha em Amambay

COMPARTILHAR
Vários acampamentos interligados.

Agentes Especiais da SENAD lotados no Departamento Regional 1, de Pedro Juan Caballero na fronteira com o Brasil por Ponta Porã, em operação nesta quarta-feira (4) na área rural da Colônia Piky, desativaram um grande centro de produção e armazenamento de maconha, composto por 15 acampamentos interligados. Grande quantidade de droga, veículos, armas de fogo e outros materiais além de equipamentos foram apreendidos.

A equipe, liderada pelo promotor Celso Morales, inicialmente encontrou 34.500 quilos de maconha picada acondicionada em centenas de sacos. Além da droga foi encontrado gerador de energia, 30 macacos hidráulicos, abanadores, prensas e outros implementos utilizados no preparo da maconha.
Outra constatação dos agentes e promotor, foi a existência de um poço utilizado como “depósito” pelos narcoprodutores e dentro dele 3.574 quilos de maconha prensada. A droga picada disposta em sacos foi incinerada no local, enquanto a carga em tabletes transferida para a Base Regional da SENAD em Pedro Juan Caballero.

Também foram apreendidos um caminhão, uma van e uma motocicleta. As mais de 38 toneladas de drogas retiradas de circulação representam um prejuízo econômico para os narcotraficantes de pelo menos 7,5 milhões de dólares, considerando o valor da droga em território brasileiro.

Fuzil caseiro

Entre os materiais apreendidos, chamou a atenção dos policiais, um fuzil artesanal, calibre 7.62 com diversos projéteis intactos.