SENAD destroi 23,4 toneladas de maconha em 5 dias de operações em...

SENAD destroi 23,4 toneladas de maconha em 5 dias de operações em Capitán Bado

COMPARTILHAR
Fogo encerra a operação. (Divulgação)

Antônio Coca

Uma equipe de Operações Especiais da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai – SENAD, esteva na cidade de Capitán Bado e região, na fronteira com o Brasil, para operação de constatação e destruiçao de centros de produção e coleta de maconha. A operação, chamada “Capitão Bado 1/2020”, começou na quarta-feira e terminou nna manhã deste domingo, causando um grande golpe econômico nas estruturas de narcoprodutores que esperavam comercializar grande quantidade de maconha no Brasil. As intervenções foram acompanhadas pelo promotor Pablo Ramón Zorrilla.

Droga pronta para embalagem.

Durante os dias de operações, os ataques se concentraram na área conhecida como Santa Ana, distrito de Capitán Bado. 26 campos de narcotráfico e cerca de 3 hectares de plantações de cannabis foram detectados e destruídos. O último, iria resultar na produção de pelo menos 9 toneladas da droga. Da mesma forma, os policiais incineraram um total de 14.450 quilos de maconha picada que estavam em processo de secagem para em seguida serem prensadas.

Com isso, durante os dias das incursões, um total de 23.450 quilos de maconha foram destruidos, causando uma perda de lucro superior a 700 mil dólares. A isto deve ser adicionada a logística desarticulada composta pelos campos, prensas e todos os elementos utilizados no processamento de drogas igualmente destruidos.

Acampamentos dos narcoprodutores.