Suposto autor do duplo assassinato em Capitan Bado é preso

Suposto autor do duplo assassinato em Capitan Bado é preso

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Agentes de investigação criminal da cidade do Capitan Bado, no Paraguai divisa com o Brasil, em Coronel Sapucaia, investigando um duplo homicídio, prenderam Willan Saavedra Sanchez. Segundo os investigadores, um dos supostos autores da fuzilaria que executou Celso Maldonado Duarte, o “Maracanã”, atingido com 36 tiros e Gesica Arevalos. No ataque, outras quatro pessoas ficaram feridas e um salão de beleza atingido, crime ocorrido no dia 28 de janeiro.

Segundo os primeiros dados, Willan foi interceptado na rua e tentou fugir, mas foi alcançado pela polícia. Ele estava armado com uma pistola Glock 9 milímetrosm, uma arma que será perciada pois na cena do crime foram apreendidas cápsulas do mesmo tipo de arma e munição.

O preso foi transferido de Capitam Bado por via aérea para Pedro Juan Caballero, por ser considerado altamente perigoso para a cidade de Pedro Juan Caballero. Sanchez é definido pela polícia como um dos que atiraram em várias pessoas na casa de Celso Maldonado. depois de uma partida de futsal em Capitan Bado. Na ocasião, duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas.

Na imagem do circuito fechado, observa-se que duas pessoas encapuzadas usavam uma arma calibre 5,56 e 7,62, além de uma terceira que estava no portão com arma curta na mão e que seria o agora preso.