Traficantes tentam enviar cocaína para a Tailândia dentro de carteiras e bolsas

Traficantes tentam enviar cocaína para a Tailândia dentro de carteiras e bolsas

COMPARTILHAR
Droga "costurada" como forração.

Antônio Coca

As ações de controle pelas autoridades anti-drogas do Paraguai destinados a detectar envio de drogas como encomendas através do Aeroporto Silvio Pettirossi, em Assunção, levaram à apreensão de uma carga de de carteiras e bolsas que seriam enviadas ao mercado asiático de drogas.

Diante inicialmente de suspeita, a “encomenda” foi levada ao Gabinete de Atenção Permanente do Palácio da Justiça, onde o promotor Denis Young Park determinou a verificação das embalagens despachadas. Com a verificação, os agentes constataram que 20 bolsas com as mesmas características, tinham os forros internos cheios de cocaína.

O peso bruto da descoberta, considerando as carteiras, foi de 18 quilos, resultado correspondente à primeira instância da análise. A partir de agora, o Ministério Público ficará encarregado de obter mais informações sobre a origem da remessa, que devido às características do trabalho de costura e montagem, poderá ser uma oficina clandestina para a preparação desses tipos de artigos posteriormente enviados para a Tailândia.