120 famílias deixam “Buracão” e recebem moradias em Iguatemi

120 famílias deixam “Buracão” e recebem moradias em Iguatemi

COMPARTILHAR
Até dia 31 de dezembro serão aproximadamente 26 mil casas entregues em Mato Grosso do Sul. (Fotos: Edemir Rodrigues)

“Foi uma benção, esperava há 10 anos pela casa. Viver em casa alugada, de um lado para o outro é um sofrimento”, disse Evanilda dos Santos Ratier, de 53 anos, ao comemorar a entrega da sua casa própria na manhã desta segunda-feira (5), no município de Iguatemi. Ela é uma das 120 famílias que moravam em barracos na região conhecida como “Buracão”, antigo lixão, e que agora receberam moradia digna.

“Essas pessoas moravam no Buracão, que era o antigo lixão, e agora tem uma habitação de qualidade, sem pagar nem um tipo de prestação. Isso é qualidade de vida, isso é você atender aos mais necessitados. Essa é a razão da gente governar, atender essas famílias extremamente necessitadas”, frisou o governador Reinaldo Azambuja durante a solenidade de entrega das casas.

Ele destacou que as obras em Iguatemi continuam e ao todo serão entregues 378 habitações no município. Até dia 31 de dezembro, em todo Estado, serão cerca de 26 mil casas entregues. “Agradecemos ao Governo Federal porque várias obras estavam paralisadas por falta de pagamento e conseguimos retomar”, lembrou.

O superintende da Caixa Econômica Federal, Evandro Narciso Lima, reforçou a importância da parceria entre os governos Municipal, Estadual e Federal para a concretização dos projetos habitacionais. “Esse é um empreendimento que possui toda infraestrutura necessária para morar com dignidade, cumprindo o direito constitucional da habitação”, disse.

A prefeita da cidade, Patrícia Nelli Margatto, declarou que “Iguatemi tem que ter uma gratidão enorme” pelo governador devido às melhorias que o Governo do Estado proporcionou aos moradores nos últimos quatro anos. Ela citou as obras de pavimentação e drenagem do bairro Vila Rosa, além da entrega de pontes de concreto e serviços de saúde.

Com Subcom