Abertas as inscrições para um dos maiores programas privados e gratuitos de...

Abertas as inscrições para um dos maiores programas privados e gratuitos de empreendedorismo do Brasil

COMPARTILHAR

Estão abertas as inscrições para o programa Negócio Cultural, realizado pela Águas Guariroba, com o apoio da Secretaria Especial da Cultura, Ecotransforma Produções e NTICs Projetos. Voltado para a capacitação de empreendedores locais, o Negócio Cultural é um dos maiores programas privados gratuitos de todo o Brasil, com oficinas gratuitas para microempreendedores locais e jovens que queiram entrar para mercado, sobre os principais aspectos que vão ajudar no crescimento da empresa e ampliar a geração de renda.

Além de Campo Grande, também receberão o Negócio Cultural, as cidades de Cabo Frio (RJ), Barra do Garça (MT), Holambra (SP), Camboriú (SC), Penha (SC) e Manaus (AM). O programa vai impactar diretamente cerca de 14 mil pessoas. Trata-se de uma ação com apoio da Secretaria Especial da Cultura, patrocinada pela Aegea Saneamento por meio do Instituto Aegea, pela Águas Guariroba, concessionária do grupo, e realizada pela ecotransforma Produções e NTICS Projetos.

“A Águas Guariroba tem como parte integrante de sua visão e formação de talentos, o investimento em programas de gestão, buscando o desenvolvimento e sustentabilidade que resultem na inclusão social e no benefício da população”, explica Themis de Oliveira, diretor-presidente da Águas Guariroba.

Além disso, ter um negócio sustentável já não é uma preocupação exclusiva das grandes corporações. Empresas menores e até microempreendedores terão que adaptar os seus negócios para a urgência desse tema, se quiserem crescer e principalmente, deixar um legado que impacte toda a comunidade. “Há 20 anos temos trabalhado com foco no desenvolvimento sustentável com soluções inovadoras e esse projeto é um grande exemplo de como através do conhecimento é possível mudar a realidade local e gerar um crescimento em espiral que, aos poucos, vai transformando o país e o mundo”, diz Ana Carolina Xavier, Diretora de Inovação e ESG da NTICS Projetos.

Na primeira fase, os participantes passarão por sete oficinas que serão transmitidas em ambiente digital e darão uma visão completa sobre áreas primordiais de crescimento e aperfeiçoamento profissional. A primeira tem foco em Sustentabilidade e como aplicar essas habilidades, independentemente do tamanho do negócio. Depois, todos passarão por um Diagnóstico 360º para desenvolver uma visão sistêmica com os papéis e responsabilidades de cada um. Os passos seguintes são oficinas sobre Gestão Financeira, Vendas, Marketing, Recursos Humanos e para finalizar, elaborar um Planejamento Estratégico.

Para os jovens empreendedores que ainda não possuem um negócio, a trilha de conhecimento vai abordar, ainda: Plano de Negócio e Empreendedorismo. Após o término das oficinas, todos os participantes terão acompanhamento e mentorias gratuitos que vão auxiliar na aplicação de todo o conteúdo adquirido, além de certificado de conclusão do curso de 40h.

O programa Negócio Cultural irá trabalhar quatro dos 17 ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável), que são: Trabalho decente e crescimento econômico (8), Indústria, inovação e infraestrutura (9), Redução das desigualdades (10) e Consumo e produção responsáveis (12).

As inscrições podem ser feitas através do site https://negociocultural.com.br e podendo participar microempreendedores locais, pequenos produtores e jovens a partir de 15 anos que queiram abrir um negócio para geração de renda ou otimizar um negócio já existente.

Com Assessoria