Abordado em carro dirigido de forma perigosa, grupo ataca GCM e só...

Abordado em carro dirigido de forma perigosa, grupo ataca GCM e só para na base do spray pimenta

COMPARTILHAR

No começo da madrugada desta quarta-feira (19), a Guarda Civil Metropolitana precisou acionar apoio do GPI – Grupo de Pronto Atendimento e emprego de spray pimenta para conter grupo de seis pessoas supostamente embriagadas, uma delas conduzindo veículo de forma perigosa e que abordadas agrediram os agentes que fiscalizavam o cumprimento ao toque de recolher.

Pouco antes de 1h uma patrulha da GCM trafegava pela Avenida Afonso Pena com Ernesto Geisel quando avistou o veículo Fox escuro com placas OQJ9H27, sendo que o motorista (Evandro, 31), trafegava em zig-zag e furando sinal vermelho. Ao notar a viatura, acelerou em fuga até ser alcançado e abordado.

Ao parar e sair do veículo visivelmente alterado e com voz pastosa passou a xingar os agentes os chamando de vagabundos e questionando o que estavam querendo. Em seguida um casal saiu do veículo atacando fisicamente os agentes.

No mesmo momento surgiu no local outro veículo descendo três indivíduos que também partiram para agressão à equipe. Com a chegada de apoio do GPI, cerco ao grupo agressor e uso de spray pimenta, todos foram contidos, presos e levados para a Polícia Civil, onde apenas Evandro acabou autuado em flagrante de lesão corporal dolosa, resistência, desobediência, desacato, conduzir veículo sob efeito de álcool ou outra substância e direção perigosa.