Acidente com helicóptero de indústria farmacêutica mata seis pessoas

Acidente com helicóptero de indústria farmacêutica mata seis pessoas

COMPARTILHAR
Destroços da aeronave encontrados no começo da noite (Reprodução/CBSP)

Seis pessoas morreram na queda de um helicóptero em Campos do Jordão (SP). A aeronave e as vítimas foram encontradas no começo da noite deste sábado (24), na região do Pico do Itapeva, na Serra da Mantiqueira.

O helicóptero, que pertence à indústria farmacêutica Cristália, saiu de Itapira (SP) durante a manhã com destino a Campos do Jordão (SP), onde deveria ter chegado por volta de 11h. Desde o começo da tarde, os bombeiros faziam buscas pela aeronave. A corporação chegou a utilizar o helicóptero Águia para sobrevoar a área, mas precisou retornar à base por causa das condições climáticas de chuva e neblina.

Os Bombeiros chegaram até o local do acidente após captar um sinal de rádio do helicóptero e, com isso, levantou as coordenadas da localização. A aeronave foi encontrada no começo da noite deste sábado, por volta das 19h. A Força Aérea Brasileira (FAB) também utilizou um helicóptero nas buscas.

A aeronave acidentada é um Augusta AW109SP Grand New, com prefixo PT-FPS. O laboratório Cristália é uma multinacional de produtos farmacêuticos e tem duas unidades em Itapira.

As vítimas

O helicóptero levava Kátia Stevanatto Sampaio, acionista e vice-presidente do conselho da companhia; Paulo Sampaio, médico e marido de Kátia; Ronoel Scholl, empresário do ramo de marcenaria; Leticia Telles, arquiteta, além do piloto Antônio Landi Neto e do copiloto Juliano Martins Perizato. De acordo com o laboratório, o helicóptero decolou da sede da empresa em Itapira às 10h e tinha chegada prevista para às 11h, mas perdeu contato e desapareceu.

Helicóptero estava em condições normais de operação) (Reprodução)