Acusada de matar marido, mulher afirma que foi suicídio

Acusada de matar marido, mulher afirma que foi suicídio

COMPARTILHAR
Homem foi atingido no peito (Fotos: Celso Daniel/Patrulhanews)

Presa em flagrante pela Polícia Militar, Danielly Vicente Azambuja (26), deve ser encaminhada ainda nesta quarta-feira para o Presídio Feminino. Ela está na Polícia Civil de Três Lagoas, após ser autuada em flagrante acusada de ter matado o marido Gilberto Carvalho da Silva (41). O caso ocorreu no final da tarde, por volta de 17h40 desta segunda-feira (12), na residência do casal localizada no bairro Alto da Boa Vista em Três Lagoas.

Ao falar com a reportagem do jornal Patrulha News, a mulher afirmou que a briga teria começado porque o marido não havia deixado ela sair de casa. Falou ainda que foi ameaçada de morte, e na sequencia o marido teria dito que iria se matar, pegando a faca e golpeando o próprio corpo.

O casal estaria convivendo há três meses, e vizinhos relataram que Gilberto teria abrigado Danielly, mas ontem os dois se desentenderam ainda fora da casa. A hipótese definida pela polícia é de que ao adentrar a mulher teria pegado se apossado de uma faca e atingido a vítima no peito.

 

Gilberto C.Silva

O Corpo de Bombeiros e socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ainda tentaram reanimar Gilberto, mas após algum tempo de tentativa ele morreu. A versão de Danielly, que já possui passagem criminal está sendo analisada pela polícia e será confrontado com trabalho da perícia. Após os levantamentos no local da morto, o corpo foi reecolhido ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL. O resultado da necrópsia também é definido com importante no esclarecimento do caso e como o trabalho dos peritos, servirá para confrontar as alegações da acusada.