Acusado de matar e enterrar esposa e enteada segue preso da DEAM

Acusado de matar e enterrar esposa e enteada segue preso da DEAM

COMPARTILHAR
Na DEAM a espera da viagem de volta ao local dos crimes.

O foragido Fabrício Buim Arena Belinato, de 36 anos, capturado nessa segunda-feira (8) em Campo Grande, segue preso na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher de Campo Grande -DEAM, de onde deve ser recambiado para a cidade paulista de Pompéia. Fabrício, que está com prisão preventiva acusado de matar e enterrar os corpos da esposa e uma enteada de 9 anos, foi capturado com a colaboração da Guarda Civil Metropolitana depois de deixar Bataguassu onde estava em uma casa de apoio a necessitados.

Embora o crime tenha ocorrido em novembro de 2020, só na semana passada os corpos foram encontrados sob concreto no quintal da casa da família. A localização só foi possível depois que a Polícia Civil de Pompéia ouviu uma adolescente, enteada de Fabrício, suspeita de participação no crime e que apontou a localização dos corpos.

A data em que Fabrício será recambiado ainda é desconhecida e talvez até ocorra em sigilo, devido a comoção popular que o crime gerou no município de Pompéia. Ainda é desconhecida a motivação do crime.