Agentes da SENAD prendem idosa que mantinha ponto de crack em casa

Agentes da SENAD prendem idosa que mantinha ponto de crack em casa

COMPARTILHAR

Após checar denúncia apontando o tráfico de crack, no bairro Arroyo Porá, na cidade de Cambyretá, Paraguai, agentes da SENAD apuraram que uma mulher de 60 anos era a responsável pelo tráfico denunciado. Na investigação os agentes chegaram à casa de Aurora Bogado Benítez, 66 anos com quem apreenderam cerca de 58 pedras de crack, celular e pequena quantia em dinheiro.

Os casos de mulheres chefes de família atuando no tráfico de drogas continuam aumentando e preocupa as autoridades. Embora estejam presos, outros parentes, incluindo filhos, se reagrupam e dão continuidade ao crime de tráfico. A operação foi acompanhada pelo Promotor Carlos Gómez e sua equipe.