Agesul anuncia reconstrução emergencial de ponte queimada na MS-228

Agesul anuncia reconstrução emergencial de ponte queimada na MS-228

COMPARTILHAR
Foto: Marcos Rogerio/Reprodução)

O Governo do Estado anunciou esta manhã que inicia em duas semanas a reconstrução da ponte de madeira sobre a vazante da MS-228 (Estrada-Parque), destruída pelo fogo na quarta-feira (5), no Pantanal de Corumbá. A obra foi determinada pelo governador Reinaldo Azambuja, em atendimento a classe produtora da região e ao segmento do turismo. A travessia é essencial também para o ir e vir das comunidades ribeirinhas.

Consumida rapidamente pelas chamas, a ponte de 70 metros foi reformada recentemente pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos). O fogo teria surgido nos pilares da ponte, segundo moradores do local, provavelmente por combustão espontânea, devido a prolongada estiagem, ou ação humana.

Obra emergencial

Diante da importância da travessia para garantir o acesso às fazendas pantaneiras localizadas na Nhecolândia, maior criatório de bezerros da planície, e aos atrativos turísticos – pousadas e pesqueiros -, a diretoria da Agesul decidiu, nesta quinta-feira, que a nova estrutura será construída com base nos decretos de situação de emergência ambiental e rural no Pantanal, assinados pelo governador.

Com esse entendimento, a Agesul fará a contratação da obra em caráter emergencial dentro de duas semanas, conforme previsão da Diretoria de Manutenção Viária, com autorização imediata dos serviços. Enquanto isso, a Agesul restabeleceu o tráfego na MS-228 com a implantação de um desvio no local onde a ponte foi destruída. O acesso foi normalizado, mas requer atenção redobrada, alerta o regional de Corumbá, Luiz Mário Anache.