Agiotas são presos “pescando” vítimas junto a agência bancária na Capital

Agiotas são presos “pescando” vítimas junto a agência bancária na Capital

COMPARTILHAR

Dois estrangeiros foram presos pela Polícia Militar quando abordavam pessoas nas proximidades de uma agência do Banco do Brasil, oferecendo dinheiro em esquema de agiotagem. A dupla percorre o estado e já teve problemas na cidade de Dourados, de onde partiu para Campo Grande.

No final da tarde desta quinta-feira (18), policiais em patrulhamento na Avenida Gunther Hans avistaram os homens nas proximidades do banco e notaram ao perceberem o carro da PM se mostraram nervosos além de se distanciarem um do outro, despertando suspeita. Jhon, (26) e Mário, 28 anos, de pronto se apresentaram como estrangeiros que estão legalmente no Brasil.

Eles disseram aos policiais que estavam no local com a finalidade de encontrar pessoas com interesse de pegar dinheiro a juro. Assumiram que atuam no crime de agiotagem e que já teriam em Campo Grande uma “carteira” de aproximadamente dez mil reais emprestados.

Jhon e Mário portavam aproximadamente 150 cartões de visita com a inscrição “Investimento, Soluções para Seu Negócio”. Trabalhando em conjunto, eles revelam que cobram pelo empréstimo juros de 20% e que utilizam de nomes fictícios nos cartões de visita como forma de dificultar a verdadeira identidade deles.

Bem falantes, disseram ainda saíram de Dourados a aproximadamente um mês. O deslocamento para Campo Grande aconteceu depois que foram descobertos, presos e autuados por agiotagem naquele município.