Alegando agressão e ameaça à mãe, homem mata amigo travesti e chama...

Alegando agressão e ameaça à mãe, homem mata amigo travesti e chama a PM

COMPARTILHAR
Vítima morreu na hora. (Foto: Sidnei Bronka)

A travesti Jennifer, nascida Rodrigo Júnior Dias de Alcântara, com 34 anos, foi morta a facadas na madrugada desta terça-feira em Dourados. O crime teria ocorrido em meio a suposto desentendimento e briga com o autor, amigo da vítima, além de ameaças contra a mãe deste e “incorporação” por parte da vítima.

O crime aconteceu na Rua Augusto de Matos Soares, no bairro Canaã 1, por volta de 2h30, cometido por Fábio Barbosa dos Santos, 26 anos, o “Fabinho”, que após o homicídio chamou e aguardou a Polícia Militar no local do assassinato, a casa da vítima.

“Fabinho” relatou aos policiais que desde o começo da noite estava na casa de “Jennifer” bebendo pinga e usando cocaína. Diz ainda que em dado momento começaram a discutir em seguida brigaram, quando a travesti depois de incorporar a pomba gira, teria ameaçado matar sua mãe.

Em meio a briga “Jennifer” teria ferido Fábio no pescoço, e alegando que para se defender, armou-se com uma faca e aplicou sete golpes no pescoço da vítima que morreu na hora. Após o crime Fábio ligou para a Polícia Militar contando que matou “Jennifer” e permaneceu no local até a chegada da polícia.

Após os levantamentos de praxe o corpo foi encaminhado para o IMOL – Instituto de Medicina e Odontologia Legal. O autor confesso do crime apresentou a faca e foi levado para a Polícia Civil.