Antes de matar, suspeito ameaçou mãe e filha

Antes de matar, suspeito ameaçou mãe e filha

COMPARTILHAR
Nahiala e Antônio.

Antônio Coca

Antes de assassinar na manhã desta terça-feira (4), Nahiala Victória Rodríguez de 25 anos, e Erika Rodríguez Salomón, o suspeito do crime, Antônio Cézar Cavalheiro Soares, teria ameaçado as vítimas. Nahiala chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o autor, por violência doméstica, isso porque ele a chutou e cuspiu no rosto dela. O motivo dessas agressões seria ciúmes.

Consta na denúncia, que após esse fato, a vítima disse que pegaria suas coisas e iria para a casa da mãe, Erika, que morava no bairro Kamel Saad. Neste momento, Antônio teria dito que, se ela fosse embora e acionasse a polícia, ele a mataria.

Em seguida, o homem teria pego o filho do casal, de apenas cinco meses, e saiu sentido Ponta Porã. Depois disso, a vítima foi orientada pela Polícia Militar a registrar outro boletim de ocorrência, mas na Delegacia de Atendimento à Mulher e também na Polícia Nacional do Paraguai.

O caso

Mãe e filha foram assassinadas na manhã de hoje, cada uma em seu trabalho. Erika, a ex-sogra de Antônio, foi executada no supermercado onde trabalhava. Já Nahiala, ao chegar para trabalhar no Hospital Regional de Ponta Porã.