Ao prender traficante, policiais militares enfrentam ataque de Pit Bull e ira...

Ao prender traficante, policiais militares enfrentam ataque de Pit Bull e ira do preso

COMPARTILHAR

Durante uma ação contra o tráfico doméstico e prisão do traficante, policiais militares da Força Tática tiveram trabalho tanto para conter o até então suspeito alvo de várias denúncias através do dique denúncia 181, como com cães Pit Bull, sendo que um precisou ser baleado ao atacar um dos policiais. A operação que resultou na apreensão de cocaína, materiais de preparo, veículo e um preso, ocorreu na Avenida Ana Rosa Castilho Ocampos, no Jardim Montevidéu.

Conforme o flagrante, policiais em rondas pela região, na Avenida Rosa Castilho Ocampos, avistou o Honda Civic placas KMW-3044, na esquina da Rua Itaitinga. Perceberam ainda que o veículo era conduzido por Fabio Lopes da Silva o “Magrelo”, já conhecido dos Policiais Militares, por conta de denúncias no disque 181, o apontando como traficante de drogas bastante ativo na região.

Veículo e “Magrelo” foram abordados e na revista a equipe do Tático encontrou no banco do passageiro, um simulacro (brinquedo) de revolver, com peso e tamanho de arma original, telefone celular e R$ 350 em dinheiro trocado. Também foi encontrado no veículo, um compartimento secreto atrás do porta luvas e nele uma porção de cocaína pura pesando 100 gramas.

Na sequência da revista, foi encontrada outra porção de cocaína que pesou 101,30 gramas. Com a descoberta, Fabio disse aos policiais que iria vender 200 gramas naquele local por R$ 2.400. Até então colaborativo, ele informou que teria mais drogas em sua residência, mas a esposa não teria qualquer participação. Na casa dele os policiais já tinham avistado dois cães da raça Pit Bull e quando chegaram na casa, houve certa resistência por parte da esposa de “Magrelo”, quando foi abrir o portão da casa. Ao perceber a presença dos policiais, tentou fecha-lo, mas foi contida, instante em que instigou um dos cachorros a avançar contra os policiais.

O animal avançou contra um dos PMs que se viu obrigado efetuar dois disparos em direção ao animal que fugiu, não se sabendo se foi atingido ou não. O outro cão foi contido pela filha do casal e sem saída a esposa não ofereceu mais resistência.

No armário da cozinha os policiais apreenderam 15 porções de cocaína, ainda dentro da casa foram encontradas uma peneira pequena e uma balança de precisão digital. Quando percebeu que mais droga havia sido encontrada na residência, “Magrelo” ficou agressivo e passou a chutar o compartimento de presos da viatura, onde estava. Xingou os policiais de fdp, dizendo que não ficaria preso, pois o Juiz o soltaria com tornozeleira, em alguns dias e que não irá parar de traficar e roubar, “pois a sociedade iria pagar pelo prejuízo que ele estava tendo, com a apreensão das drogas e veículos”.

Não adiantou, a droga e acessórios mais o veículo foram entregues na DENAR e ele autuado em flagrante na Depac Centro enquadrado em tráfico e desacato. Os policiais ainda na região, que “Magrelo” seria elemento extremamente violento com a própria família, inclusive ameaçando de morte caso fosse denunciado. A situação será apurada pela Polícia Civil.