Após mudança de nome, Guarda Municipal recebe armamento nesta terça

Após mudança de nome, Guarda Municipal recebe armamento nesta terça

COMPARTILHAR
Cerimônia marcará lançamento de nova denominação

Polícia Municipal, antiga Guarda Municipal, será lançada oficialmente após a emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) n° 78/2018, elaborada pela Câmara Municipal, ser aprovada, em unanimidade, em segunda votação, na quinta-feira (18). A solenidade acontece a partir de 8h dessa terça-feira (23), no Comando da Polícia Municipal, na Rua Usi Tomi, Carandá Bosque.

Como parte da cerimônia será entregue o armamento letal, de calibre permitido em lei, para 277 agentes policiais, juntamente com a identidade funcional com o número do porte previsto. A Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (SESDES) capacitou os servidores em parceria com a Superintendência Regional de Polícia Federal e a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública, na Academia de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, no primeiro semestre de 2018.

Os profissionais da Segurança Pública, irão desempenhar suas funções nas sete regiões urbanas de Campo Grande e nos Distritos de Rochedinho e Anhanduí. A ação é uma etapa do Planejamento Estratégico da Administração Municipal concluída pela Prefeitura de Campo Grande.

DECISÃO

A emenda foi aprovada por unanimidade em segunda votação, no último dia 18, com 24 favoráveis a mudança da nomenclatura. A primeira votação ocorreu no dia 2 de outubro e conseguiu 27 votos a favor e nenhum contrário.

“Começamos com apenas duas viaturas e hoje contamos com 40. Ninguém era armado e hoje somos 600. Muitas vezes fomos chamados de guardinhas, mas agimos como polícia, fomos formados pelas polícias e chegou o momento de enaltecer o nome da nossa instituição”, discursou o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais, Hudson Bonfim aos colegas após a conquista. “A sensação é de musculatura, porque o trabalho de polícia já fazemos”, disse Bonfim.

Agora os servidores vão para o enfrentamento do plano de cargos e carreiras da Polícia Municipal na LOM, com o intuito de fazer prevalecer um sistema remuneratório e de promoções, além de um estatuto de conduta. As discussões ocorrem até dezembro.

Na troca de viaturas e uniformes, está prevista verba de R$ 800 mil já inclusos na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019. “Como é questão de mudar apenas os adereços dos nomes e adesivos do carro, não deve ser muita coisa. Isso vai acontecer gradativamente, conforme assessoria do município.

Troca de uniformes e plotagem de viaturas ocorrerão paulatinamente