Apreensão de armas feita pelo Garras, é a maior dos últimos tempos...

Apreensão de armas feita pelo Garras, é a maior dos últimos tempos na capital

COMPARTILHAR
Armamento suficiente para uma batalha. (Divulgação)

A operação realizada pelo Garras da Polícia Civil neste domingo (19), que contou com apoio de uma equipe do Batalhão de Choque, pode ter sido a maior apreensão de armas de guerra ocorrida nos últimos anos em Campo Grande. O arsenal foi estourado no bairro Monte Líbano.

Foram apreendidos fuzis, pistolas e silenciadores. O arsenal era “guardado” em uma casa da Rua José Luís Pereira. Por conta do risco da operação, a polícia chegou a fechar uma quadra inteira, por volta de 15h.

A apreensão ainda está sendo contabilizada e pessoas sendo interrogadas sendo que até o fechamento dessa reportagem estavam relacionadas na apreensão, 11 pistolas 9 milímetros, 4 pistolas .40, 1 pistola 380, 1 pistola calibre 22, 2 fuzis AK 47, 4 carabinas 5.56, uma calibre 12 e um rifle calibre 22 e um revolver 3.57. Faz parte do arsenal, silenciadores e carregadores. A ação policial chamou atenção de moradores da região.

Embora até o momento a Polícia Civil não tenha liberado identificação de envolvidos ou quantos fazem parte do esquema criminoso, consta que o suposto líder do esquema seja um Guarda Municipal identificado como Marcelo Rios. A casa onde o material bélico era guardado estava fechado no momento da operação policial.