Arma com bala deflagrada é achada em carro queimado e corpo carbonizado

Arma com bala deflagrada é achada em carro queimado e corpo carbonizado

COMPARTILHAR
Arma achada sob banco onde estava a vítima. (Foto:Reprodução/Rádio Caçula)

Em perícia complementar realizada no começo da tarde dessa segunda-feira (8), no veículo Tucson encontrado queimado sábado (6), na rodovia MS-320, peritos e policiais encontraram um revólver destruído por fogo. A arma destruída que tinha no tambor uma cápsula deflagrada estava sob o banco do passageiro, onde foi encontrado o cadáver carbonizado.

Paralelamente a polícia levanta duas suspeitas, uma de que o cadáver carbonizado possa ser do autônomo Jalde Antônio Alves Dias, de 63 anos. Supostamente dono da Tucson incendiada, ele é dado como desaparecido, mas só exame de DNA irá definir a suspeita.

A partir das situações agora constatadas, surge a possibilidade de que a vítima tenha incendiado o carro e em seguida se matado a tiro, pois existe uma perfuração no crânio. As autoridades policiais da cidade preferem não adiantar suposições enquanto aguardam resultado de DNA para identificação da vítima, laudos periciais e confirmação do desaparecimento de Jalde.

Paralelamente, as informações até aqui levantadas não apontam nada de suspeito ou ilegal na vida do autônomo, definido como pessoa pacata, envolvido em diferentes negócios de compra e venda, mas tudo na legalidade. A Polícia Civil segue empenhada na apuração do caso.