Arma encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte do...

Arma encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte do pastor

COMPARTILHAR

Agência Brasil Rio de Janeiro

A Polícia Civil apontou que a arma encontrada na casa da deputada federal Flordelis, do PSD do Rio de Janeiro, teria sido a mesma usada na morte do marido dela, o pastor Anderson do Carmo.

Segundo nota divulgada pela polícia, a arma passou por uma perícia preliminar, na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, e terá de ser confirmada por uma análise mais detalhada do Instituto de Criminalística Carlos Éboli. De acordo com a nota da Polícia Civil, o resultado deve sair nos próximos dias.

A delegada Barbara Lomba, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, continua ouvindo testemunhas e analisando imagens no inquérito que investiga a morte do pastor, ocorrida no último domingo (16), no bairro de Pendotiba, em Niterói.

Os dois filhos do casal continuam presos. Flávio dos Santos, de 38 anos, filho biológico de Flordelis, em cumprimento a mandado de prisão por violência doméstica, e Lucas dos Santos, de 18 anos, filho adotivo, por mandado de busca e apreensão por envolvimento no tráfico de drogas quando ainda era menor. O telefone celular da vítima ainda não foi encontrado.

As primeiras informações, divulgadas pela deputada ainda no dia do crime, eram de que o casal teria sido seguido por dois motoqueiros, mas a polícia passou a investigar a participação de parentes no assassinato. As motivações ainda não foram definidas.

Flordelis é pastora de grande influência em sua comunidade e ficou muito conhecida pelo seu trabalho como cantora gospel. Ela foi eleita deputada federal no último pleito.