Assaltantes repelidos a tiros ainda não foram identificados pela polícia

Assaltantes repelidos a tiros ainda não foram identificados pela polícia

COMPARTILHAR
Bombeiros chegaram rápido, mas um dos indivíduos já estava morto. (Direto das Ruas)

A Polícia Civil e Perícia ainda fazem levantamento na casa da Rua Antônio Amorim, no Parque União onde um ladrão morreu e outro foi baleado quando renderam a empregada da família e a usavam como escudo para assaltar a residência. Diante do ataque o morador reagiu a tiros e um dos indivíduos morreu na hora dentro da casa e o outro acabou baleado no peito e nádega, sendo socorrido pelo Corpo de Bombeiros e internado na emergência da Santa Casa.

Nenhum dos dois ainda teve identificação definida, pois o ferido ao chegar no Pronto Socorro falou mais de um prenome. Acionada, a família está indo para o hospital e só então o indivíduo será identificado.

A informação inicial é de que quando a funcionária da casa colocava o lixo fora foi rendida e levada para dentro da residência pela dupla. Já dentro da casa o morador percebeu a situação e reagiu acertando a cabeça de um dos ladrões que morreu na outra e o outro foi ferido, sendo acionado o Corpo de Bombeiros para o socorro.

Embora esteja sendo atendido na Ala Vermelha do PS, consta que o ferido não corre risco de morte. Só após a identificação definitiva, será possível saber a situação dos dois homens. O corpo do outro, já está sendo levado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL.

Morador já teria sido alvo de pistoleiros

O dono da casa fugiu após o ocorrido e a polícia não divulgou sua identidade. Embora a situação visível do caso seja de assalto à residência, a polícia aguarda contato com o morador assim como ouvir a família, pois o dono da casa já teria sido vítima de tentativa de homicídio, não estando descartada a possibilidade de atentado novamente frustrado.