Atacado a tiros no Noroeste aponta presidiário como suposto mandante

Atacado a tiros no Noroeste aponta presidiário como suposto mandante

COMPARTILHAR

Uma suposta rixa antiga com indivíduo atualmente presidiário, pode ter sido a causa de tentativa de homicídio por volta de 22h na rua Vaz de Caminha, Jardim Noroeste, em Campo Grande. De acordo com o registro do caso, Luiz Fernando de Oliveira Silva, (25), disse aos policiais que caminhava no bairro quando três indivíduos se aproximaram a pé e atiraram três vezes contra ele usando um revólver.

A vítima apontou como autores do atentado um morador no residencial Maria Aparecida Pedrossian e outro indivíduo que não conhece. Disse ainda que um presidiário com quem teve desentendimento seria o mandante cobrando a desavença antiga.