Ataque de “justiceiro” deixou duas vítimas fatais e dois feridos

Ataque de “justiceiro” deixou duas vítimas fatais e dois feridos

COMPARTILHAR

Antônio Coca

A Polícia Nacional do Paraguai confirmou que Luiz Mateo Martinez Armoa de 26 anos e a namorada dele Anabel Mancuello Centurion de 22 anos, foram alvos no ataque ocorrido na noite desta segunda-feira (26), em uma choperia nas proximidades da Laguna de Punta Porã em Pedro Juan Caballero.

Luiz Mateo, conhecido como Matheus Elefante, estaria jurado de morte pelo auto denominado “justiceiro da fronteira”. Com um grupo de amigos o casal comemorava o aniversário dele quando foram surpreendidos por homens armados em uma caminhonete Hilux. Mais de 40 cascas balas de diversos calibres foram encontrados no local pelos peritos.

Matheus Elefante era procurado pela justiça do Paraguai e tinha ordem de prisão. No dia 17 de junho, em uma página do Facebook, ele foi ameaçado pelo “justiceiro frontera”. “Esse cara rouba telefone vamos achar e cortar as mãos todo dia tha assaltando… aviso justiceiro da frontera (SIC). Um bilhete foi deixado embaixo da cabeça de Elefante, onde o grupo assume a autoria do ataque. “x favor no robar. Ass: justiceiro de la frontera”, foi a mensagem.

Alerta divulgado na internet.

Ainda não são conhecidas as identidades do casal que está ferido no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero e nem o estado de saúde deles. A Polícia Nacional do Paraguai já investiga o caso e vai requisitar câmeras de circuito de segurança existentes nas proximidades para tentar esclarecer o crime.

Mensagem dos matadores