Autoridades investigam tráfico humano para prostituição na fronteira

Autoridades investigam tráfico humano para prostituição na fronteira

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Autoridades de Ponta Porã estão investigando a denúncia de que jovens paraguaias estariam sendo aliciadas e usadas no tráfico humano para a prostituição em Guia Lopes da Laguna e região. O caso foi denunciado por uma família de Yby Yaú na Polícia Militar de Ponta Porã.

Segundo informações, duas mulheres uma de 21 anos e outra de 35 anos, tinham sido contratadas por uma pessoa de Ponta Porã para trabalhar como empregadas doméstica em Guia Lopes, mas quando chegaram à cidade foram levadas direto para o prostibulo e mantidas contra a vontade no lugar.

Por meio de mensagens via Whattsapp as duas pediram ajuda para parentes que procuraram a PM. As informações foram repassadas para a Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna que acabou resgatando as mulheres que foram entregues para o serviço de assistência social do município depois de prestarem esclarecimentos na delegacia. O caso está sendo investigado e os policiais não informaram os nomes do envolvidos e nem se houve prisões.