Avianca cancelará mais de 1.300 voos até o próximo domingo

Avianca cancelará mais de 1.300 voos até o próximo domingo

COMPARTILHAR
Avianca com frota indo quase toda para hangar. (Foto: Internet/arquivo)

Consumidores que compraram passagens da Avianca precisam ficar atentos nos próximos dias. Até o próximo domingo (28), mais de 1,3 mil voos da companhia aérea estão sendo cancelados. Dentre os motivos está a devolução de 18 aeronaves a credores. A empresa está em recuperação judicial desde dezembro do ano passado. A Avianca disponibilizou em sua página, na internet, a lista dos voos que serão cancelados e orienta os passageiros a verificarem se seu voo está dentro da lista.

Caso esteja, a empresa oferece a devolução do valor da passagem ou a reacomodação em voo de empresa parceira. Caso o bilhete tenha sido comprado por intermédio de uma agência de viagens, a empresa também orienta para que o passageiro procure a agência.
Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac, informa que mantém a fiscalização da atuação da Avianca diante dos passageiros e segue acompanhando a execução das ações para a manutenção da segurança das operações.

Além disso, a Anac orienta o passageiro a procurar primeiramente a Avianca, caso se sinta prejudicado ou tenha os direitos desrespeitados. Se não for resolvido, a orientação é registrar reclamação em www.consumidor.gov.br. Pela ferramenta, a empresa tem a obrigação de receber, analisar e responder as reclamações em até dez dias. O Instituto de Defesa do Consumidor, o Idec ressalta também que é importante manter toda a documentação por escrito para eventual pedido de indenização na Justiça.

A Fundação Procon de São Paulo, por sua vez, tem mantido equipes em aeroportos para orientar os consumidores e afirma que vem cobrando para que a empresa divulgue, de forma prévia e correta, informações sobre os cancelamentos e respectivas providências adotadas para que os consumidores não sejam prejudicados. De acordo com publicação no Diário Oficial do Estado de São Paulo, a Avianca realizará o leilão das operações de seus slots nos aeroportos no próximo dia 7 de maio, em São Paulo. Os lances iniciais dos sete lotes somam US$ 270 milhões.