Baleado ao atacar ex-namorada policial morre na emergência da Santa casa

Baleado ao atacar ex-namorada policial morre na emergência da Santa casa

COMPARTILHAR
Hilário morreu ainda no atendimento.

Morreu pouco depois de 21h desta quinta-feira (20), na Santa Casa de Campo Grande, Hilário Bueno de Camargo, 52 anos, que na tarde de ontem foi baleado ao tentar agredir a ex-namorada, major da Polícia Militar. No final da tarde ao chegar em casa a oficial foi surpreendida pelo ex que a agrediu e acabaram entrando em luta corporal, ele armado com uma faca.

Em meio a briga e risco de ser atingida, ela disparou um tiro na direção de Hilário que acabou atingido na cabeça. Socorrido pelo Corpo de Bombeiros e SAMU ele foi internado em estado grave na ala vermelha da Santa Casa, mas não resistiu. O corpo deve ser encaminhado esta manhã para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL.

Por conta de seguidas agressões e ameaças que sofria, situação que continuava mesmo após registro de ocorrência na Polícia Civil, a oficial terminou o relacionamento com Hilário, mas o problema continuou desde o ano passado. Foi então concedida medida protetiva em que ele não poderia se aproximar da mulher, porém de nada adiantou.

Na quinta-feira quando ela chegava em casa, na Vila Carvalho, mais uma vez teve o homem pela frente e agindo com violência a atacou e portando uma faca ameaçava atingir a ex. Temendo ser atingida, a oficial atirou, em seguida providenciou socorro ao ferido e em estado de choque também precisou ser encaminhada para atendimento médico.