Batalhão de Choque estoura depósito com quase 3 toneladas de maconha na...

Batalhão de Choque estoura depósito com quase 3 toneladas de maconha na Capital

COMPARTILHAR
Bando preparava estoque quando Choque chegou.

Quase duas toneladas de maconha, certa quantidade de Skank, dois veículos apreendidos, dois traficantes adultos presos e um adolescente apreendido, é o saldo de operação de Policiais Militares do Batalhão de Choque – BPCHoque que começou no início da tarde de ontem e só terminou na madrugada de hoje em Campo Grande. Na ação, foi estourado um galpão que funcionava como depósito de drogas da quadrilha, localizado no Jardim Panorama.

Chegou ao conhecimento do Batalhão de Choque através de denúncia anônima no andamento da Operação Hórus, que possivelmente a mesma quadrilha envolvida em crime de tráfico alvo de operação anterior, estaria agindo em um galpão existente no Jardim Panorama. De posse do endereço, equipes do BPChoque foram ao local onde avistaram uma caminhonete S-10 prata, estacionada.

Percebendo movimentação suspeita dentro do imóvel, as equipes entraram e surpreenderam três indivíduos com idades 35, 36 e 16 anos. O trio estava descarregando fardos de maconha de uma Toyota SW4 cinza. Ao receberem voz de prisão os três tentaram fugir, mas acabaram optando por ficarem no local.

Com o trio contido, os policiais realizaram buscas no estabelecimento e localizaram em diferentes cômodos, diversos fardos com maconha, que após a pesagem, totalizaram 1.724,8 quilos. Que ao questioná-los sobre a origem da droga, o indivíduo de 35 anos, disse que pegou o veículo SW4 na esquina do galpão e que já estava carregada com a droga, que descarregaria no galpão.

Disse ainda que os outros dois elementos estariam no local para ajudá-lo a descarregar. O indivíduo se identificou como proprietário da S-10 ali encontrada, detalhando que usava a caminhonete para fazer o deslocamento e movimentação da quadrilha até o galpão.

Quando revistaram o veículo, os policiais localizarem nele certa quantidade de dinheiro em notas de vários valores, ao que o indivíduo respondeu ser pagamento pela descarga da droga no local. Todo o material apreendido e os veículos foram entregues na Denar, os adultos presos e o adolescente apreendido entregues na Cepol. Na operação, o narcotráfico teve prejuízo estimado em 2.850.000.

Parte da carga ainda estava embarcada no “cavalo doido”.