Bombeiros localizam 2º corpo nos escombros do prédio que desabou em SP

Bombeiros localizam 2º corpo nos escombros do prédio que desabou em SP

COMPARTILHAR
Com busca manual Bombeiros chegaram a corpo de criança (Imagem:Reprodução TVGlobo

O Corpo de Bombeiros encontrou na manhã desta terça-feira (8) um segundo corpo nos escombros do prédio do Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo. Segundo informações iniciais, o corpo é de pequeno porte, pode ser de uma criança e não há indícios de que seja de Ricardo, primeira vítima encontrada.

“Agora às 6h30, em uma escavação manual, foi localizada o corpo de uma vítima de pequeno porte, podendo ser de uma criança. As equipes estão intensificando as buscas no local, porque há indícios de que outras vítimas possam ser encontradas na mesma região”, disse o capitão Palumbo. Duas crianças eram procuradas na tragédia, os gêmeos Welder e Wender, de 9 anos, filhos de Selma, também considerada desaparecida.

O corpo tem sinais de carbonização, segundo Palumbo. “O Corpo de Bombeiros agora vai focar naquela área para que a gente possa saber se há outras vítimas ali”, completou.
“Começamos ontem à noite. A própria cadela Sara passou pelo local e ela esboçou grandes indícios, mas o que foi determinante foi a remoção dos escombros de forma selecionada. ”

De acordo com o tenente Guilherme Derrite, houve vazamento de gás natural e a Congás foi acionada. “No local, estritamente, apenas buscas manuais. O trabalho agora passa a ser feito com muito mais cuidado, um trabalho muito cirúrgico para preservar as partes dessas vítimas e que possa haver exame de confronto para identificar essas vítimas.”
Às 6h50, os bombeiros estenderam uma lona azul durante as buscas aos escombros, próximo à Igreja.

Segundo Derrite, “o IML vai analisar os restos mortais para fazer exames comparativos com material genético de parentes dos desaparecidos. Somente após isso é que terão a confirmação de quem é a vítima”.

Outro desaparecido

Também nesta manhã, os Bombeiros incluíram mais um homem, de 56 anos, na lista oficial de desaparecidos. Francisco Dantas vivia há um mês no oitavo andar do prédio.
A ex-mulher de Francisco Lima procurou a polícia para informar sobre o seu desaparecimento. “Eu falava com ele todos os dias. O dia que eu não falei foi na terça. Ai eu liguei pra ele e ele não atendeu mais”. No total, há ao menos oito vítimas na tragédia: seis desaparecidas e dois corpos encontrados.