Bombeiros localizam corpo de caçador de javali que desapareceu no rio Anhandui

Bombeiros localizam corpo de caçador de javali que desapareceu no rio Anhandui

COMPARTILHAR
Imagem ilustrativa

Equipe de Buscas do Corpo de Bombeiros de Campo Grande acabam de localizar no rio Anhandui, o corpo de Ramão de Lima, 42 anos, desaparecido desde sábado quando tentou atravessar o rio a nado, durante caçada de javali acompanhado de um amigo. Assim que notificados do desaparecimento, Bombeiros iniciaram buscas durante todos os dias até o escurecer. No reinício dos trabalhos nesta quarta-feira (22), inclusive com emprego de cães farejadores, pouco antes de 7h o corpo foi localizado e ancorado na margem do rio a espera da Perícia e Polícia Civil.

Morador em Anastácio, Ramão caçava javalis com o amigo Paulo Sérgio Rittes de Oliveira, de 51 anos, que acabou preso na noite de domingo por posse ilegal de arma de fogo, a espingarda calibre 24, usada na caçada, que que não tinha documentação legal.

Ao relatar o caso para o Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, Paulo Sérgio contou que os dois estavam caçando javalis quando os cachorros correram atrás de um porco e ele resolveu atravessar o rio, já que viu os cães atrás de um javali do outro lado. Disse ainda que durante travessia do rio o amigo desapareceu, resolvendo então voltar nadando a procura e chamando companheiro, mas este não foi mais visto.

Com isso, voltou para a chácara onde havia deixado o carro acionou o Bombeiros. A Polícia Militar também ateneu o caso e Paulo Sérgio foi preso ao ser apanhado com a espingarda e munições.