CHOQUE prende cigarreiros quase chegando em Campo Grande com 50 caixas

CHOQUE prende cigarreiros quase chegando em Campo Grande com 50 caixas

COMPARTILHAR
No Zafira, mal cabia o motorista, de tanto cigarro.

Equipe do Batalhão de Choque – BPChoque, da PMMS, empenhada na Operação Hórus, de combate ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho, dentre outros crimes, está com as demais Forças de Segurança intensificando policiamento nas saídas da capital, em rodovias federais, estaduais e estradas vicinais. Numa dessas ações, em bloqueio para fiscalização na Capital, policiais avistaram um veículo Celta prata com placas NRF-3263 em alta velocidade e seguido por outros veículos.

A equipe acionou sinais luminosos (intermitente), sinalizaram com ordem de parada na rodovia, mas o condutor do Celta desobedeceu, rompeu o bloqueio policial expondo a equipe a riscos e forçando acompanhamento tático. Pouco mais de um quilômetro depois o Celta foi abordado, tendo a equipe se dividido na contenção do condutor e outra fez o sentido inverso, pois outros condutores fizeram o retorno em fuga.

Os policiais alcançaram e abordaram um veículo Zafira prata, apenas com o condutor que transportava grande quantidade de pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai, além de estar usando rádio transceptor ilegal para contato entre batedores e transportadores. Questionado, o condutor do Zafira afirmou ter viajado até Ponta Porã em ônibus clandestino para receber o Zafira já carregado com cerca de 50 caixas de cigarro, totalizando 2.500 pacotes e que receberia R$ 500 para entregar o carro em Campo Grande, tendo o condutor do Celta como batedor.

Já o motorista do Celta prata confessou a atuação no contrabando agindo como batedor e também receberia R$ 500 por isso. No veículo os policiais encontraram outro rádio e que estava instalado oculto no painel, sendo o PTT (microfone) acionado por acessórios do próprio veículo. Veículos, condutores, cigarro e rádios foram entregues na Polícia Federal.

Atualizada para correção de informação.