Brasileiros presos pela SENAD no Paraguai já estão com a Polícia Federal

Brasileiros presos pela SENAD no Paraguai já estão com a Polícia Federal

COMPARTILHAR

A Justiça do Paraguai expulsou do País e entregou para a Polícia Federal do Brasil o líder de facção Marcio Vinicius da Paixão Vieira, o “Pica-Pau”, juntamente com os comparsas dele, Jonatan Pinheiro Rocha e Mizael Correa Viana. O trio foi preso na manhã desta quarta-feira (19), em uma propriedade rural na cidade de Zanja Pytã, Departamento de Amambay, por agentes especiais da Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD, com apoio da Polícia Federal.

“Pica-Pau” é definido pelas autoridades do Brasil e do Paraguai, como liderança do Primeiro Comando da Capital em Minas Gerais e sua presença na fronteira era para coordenar o tráfico de entorpecentes e armas para o território brasileiro.

Pica-Pau” e Mizael em outubro do ano passado foram presos pela polícia paraguaia em Pedro Juan Caballero com um arsenal composto por fuzis automáticos e muita munição. Em seguida, eles foram entregues à Polícia Federal na Ponte da Amizade, mas logo fugiram de cadeia no Brasil e retornaram para a região de fronteira onde hoje foram recapturados e entregues para a Polícia Federal sob forte esquema de segurança. O destino do trio ainda é desconhecido.