Brasileiros são presos pela SENAD com pistola e muito dinheiro

Brasileiros são presos pela SENAD com pistola e muito dinheiro

COMPARTILHAR
Arma municiada e quase R$ 60 mil.

Três homens, dois deles de Campo Grande e um da fronteira, foram presos em operação de Agentes Especiais de duas unidades da Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD, em Pedro Juan Caballero, Paraguai. Com o trio os policiais encontraram uma arma calibre 9 milímetros e quantia expressiva de dinheiro com origem ou destinação desconhecidas.

Em investigação e repressão ao tráfico de entorpecentes na região da fronteira Paraguai/Brasil, equipes da SENAD suspeitaram de uma caminhonete com placas Mercosul do Brasil, ocupada por três homens que ao perceberem os agentes se mostraram nervosos. Com a abodagem acompanhada pelos fiscais Celso Morales e Blanca Dávalos, os homens apresentaram respostas contraditórias sobre a razão da estada em território paraguaio. Sem explicação sobre a arma e o dinheiro, foram presos o paraguaio Rodrigo Rodolfo Paredes Valdez, (32), Matheus da Rosa Passos, (21) e Jean Carlos da Costa Silveira, 25 anos, ambos de Campo Grande.

De acordo com a SENAD, existe suspeita de que os três homens sejam envolvidos em atividades criminosas na região. Arma, veículo e dinheiro foram apreendidas para investigação.