Cabo Almi, cobra do governador urgência na incorporação e reposição salarial dos...

Cabo Almi, cobra do governador urgência na incorporação e reposição salarial dos servidores

COMPARTILHAR
Deputado lembra que o tempo passa e governador não se manifesta.

O deputado Cabo Almi (PT), cobrou mais uma vez a responsabilidade do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) os compromissos assumidos com o Fórum dos servidores e a comissão de deputados para resolver a incorporação do abono salarial de R$ 200,00 (duzentos reais), a reposição salarial na base dos servidores que tem como limite o dia 31 de maio.

O parlamentar disse que a comissão tem o compromisso de dialogar com o governo e oferecer subsídios para o entendimento, porém, temos percebido que do lado de fora, o governo aparece sempre com outros argumentos. Temos menos de 10 dias para que o governo feche a folha de pagamento, mas até agora, nem o abono está definido.

Estou muito preocupado, estamos lidando com vidas, se chegarmos ao final do mês sem uma solução, é possível que se perca o controle e se descambe para uma greve geral dos servidores, o que não é bom, nem para o governo, nem para a sociedade.

Estou alertando o governo para não jogar a responsabilidade nesta casa (Assembleia Legislativa), somos os interlocutores e não os executores, os servidores precisam de uma solução urgente. Estou realmente muito preocupado, já participei de uma greve nacional que durou 11 dias, sabemos como começa, mas não sabemos como termina.

O governo alega que a arrecadação está ruim, se houver uma paralisação dos servidores, a situação certamente vai se agravar. Em todas as circunstâncias, eu fico ao lado dos servidores, assegurou Cabo Almi.

Com Assessoria