Caminhoneiros anunciam greve a partir do dia de São Cristóvão

Caminhoneiros anunciam greve a partir do dia de São Cristóvão

COMPARTILHAR
Com Petrobras sem controle e dificuldades para sobrevir, motoristas devem parar. (Arquivo)

O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas – CNTRC convocou caminhoneiros de todo o país para paralisação a partir de 25 de julho. O presidente do conselho, Plínio Dias, disse ao jornal Folha de S.Paulo que a categoria está se mobilizando neste mês para uma greve por tempo indeterminado. “Os caminhoneiros já estão se mobilizando pois os combustíveis estão levando 70% dos fretes e o presidente da Petrobras não fez nada ainda pra acabar com esse PPI [Política de Preço de Paridade de Importação] para baixar os combustíveis”, afirmou.

Em nota divulgada na ontem, (17), o CNTRC, que afirma representar sindicatos, associações e cooperativas de caminhoneiros em mais de 20 estados, critica a política de preços praticada pela Petrobras. “O CNTRC lembra que os reajustes nos preços dos combustíveis promovidos pela Petrobras, sem explicações adequadas, ferem inclusive determinações do CDC (Código de Defesa do Consumidor)”, diz em nota. “Simplesmente aumentam os preços e nos apresentam a conta”.

A entidade também reclama na nota de que não tem tido interlocução com o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, e com o presidente Jair Bolsonaro. “Publicamos então carta aberta ao Presidente da República Jair Messias Bolsonaro mostrando nossos problemas e do povo brasileiro sem qualquer resposta até o momento”. A data do início da greve, 25 de julho, é o dia do santo protetor dos motoristas.