Campo-grandense presa no aeroporto de Recife com mala cheia de maconha

Campo-grandense presa no aeroporto de Recife com mala cheia de maconha

COMPARTILHAR
Apenas maconha na mala.

A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante no final da tarde desta quarta-feira, (19), no Aeroporto Internacional dos Guararapes, uma mulher moradora em Campo Grande que chegava no estado com mala cheia de maconha. Diarista com 24 anos, a mulher não possui antecedentes.

A prisão aconteceu durante fiscalização da Polícia Federal reprimindo o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes e outros tipos de crimes praticados no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Federais identificaram que a passageira trazia escondido em sua bagagem cerca de 17,6 quilos de maconha de origem paraguaia, devido ao nervosismo e por se contradizer em respostas quando era levada até a sala da Polícia Federal para entrevista prévia.

Constatado o tráfico, a presa foi autuada por crime de tráfico interestadual de entorpecentes, estando sujeita a penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão. Além da droga também foi apreendido um aparelho celular.

Em seu depoimento a mulher disse que recebeu a droga em Campo Grande/MS e foi para Recife onde a maconha seria entregue para uma pessoa que ela não conhece. Afirmou ainda que pelo serviço de transporte iria receber R$ 2 mil. A presa passará por audiência de custódia e caso seja confirmada sua prisão será encaminhado para a Colônia Penal Feminina.

Esta é a sexta apreensão de drogas realizada no aeroporto internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre no ano de 2022, até agora 24 quilos de cocaína e 21,6 de maconha com a prisão de cinco mulheres e 3 homens.