Cão esquartejado em suposto ritual na cidade de Ponta Porã

Cão esquartejado em suposto ritual na cidade de Ponta Porã

COMPARTILHAR

No início da noite desta terça-feira (27), uma equipe da GCMFron – Guarda Civil Municipal de Fronteira – foi acionada através do telefone de emergência 153 para atendimento a um caso de maus tratos contra animais. O crime conforme o chamado, foi constatado na rua Manuela Vieira Soares esquina com Jardim Universitário, para atender a uma ocorrência de maus tratos contra animais.

Nesse local foi encontrada por moradores uma caixa contendo o corpo de um cachorro que foi degolado, teve a cabeça separada do corpo e cravada com agulhas, além de as patas decepadas por pessoa ainda não identificada. Uma equipe foi ao local indicado e constatou a veracidade da situação que se tratava de esquartejamento do animal aparentemente sacrificado com requintes de crueldade em um ritual de magia negra.

Imagens de câmeras do circuito externo de videomonitoramento estão sendo recuperadas pelos agentes com o objetivo de identificar a autoria do ritual macabro, que se descoberto será enquadrado pela Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 em seu Art. 32 Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Ajuda da população

Diante da barbárie a GCMFron pede que caso algum morador da região ou alguém que tenha informações que leve a identificação do autor, ou autores ligue no 153 da GCMFron ou no 190 da PM, disse o Secretário Marcelino Nunes de Oliveira.