Capataz é libertado, mas ex-vice presidente segue sequestrado no Paraguai

Capataz é libertado, mas ex-vice presidente segue sequestrado no Paraguai

COMPARTILHAR
Óscar libertado hoje, mas político segue em pode dos sequestradores.

Antônio Coca

Guerrilheiros do Exército do Povo Paraguaio, liberaram no final da tarde desta segunda-feira (14), o capataz Adelio Mendoza, sequestrado no último dia 9 juntamente com o patrão, o ex-vice presidente do Paraguai, Óscar Denis Sánchez. O político e patrão de Óscar, no entanto, segue em poder do grupo atualmente caçado pelas forças de segurança do País.

O sequestro aconteceu em Bella Vista do Norte, localizada na fronteira com o Brasil, na região da cidade sul-mato-grossense Bela Vista. Entre várias exigências do grupo guerrilheiro, estava o governo entregar alimentos, ferramentas e sementes a trabalhadores rurais e demais população pobre da fronteira com o Brasil.

As autoridades paraguaias acataram a exigência, mas a população não aceitou e não está aceitando as doações, como forma de demonstrar repulsa aos integrantes do EPP. Recentemente em confronto com forças de segurança, eles usaram crianças eles vestiram duas meninas com roupas camufladas e a usaram como escudo humano e elas acabaram mortas.

Assim que foi libertado Óscar foi levado para a Fazenda Tranquerita onde estão ao lado de familiares e posteriormente será ouvido pelos militares encarregados do caso através da Força Tarefa Conjunta. O capataz aparenta estar bastante debilitado e as autoridades ainda não revelam informações sobre o ex vice presidente.