Caravina é empossado no Conselho de Representantes Regionais da CNM

Caravina é empossado no Conselho de Representantes Regionais da CNM

COMPARTILHAR
Caravina - segundo da esquerda para direita é empossado no Conselho de Representantes Regionais da CNM (Foto:Edson Ribeiro)

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, tomou posse nesta quarta-feira (23) no Conselho de Representantes Regionais da CNM (Confederação Nacional de Municípios), que trocou de comando. O ex-prefeito de Saldanha Marinho, Glademir Aroldi, assumiu a presidência da entidade municipalista em substituição a Paulo Ziulkoski, que estava há 21 anos à frente da direção.

Além dele, assumem os cargos de 1º secretário, Hudson Brito, e 2º secretário, Eduardo Tabosa. Para 1º tesoureiro, Jair Souto, e como 2º tesoureiro, João Gonçalves Junior.
O conselho fiscal da entidade será composto por Jonas Moura de Araújo, Expedito Nascimento e Christiano Cavalcante, como titulares. Como suplentes estarão: Pedro Henrique Machado, Marilete Vitorino e Cleomar Cunha.

Caravina, que lidera caravana de 55 prefeitos de Mato Grosso do Sul durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, é o representante da Região Centro Oeste, ao lado do colega Rafael Machado. Ele já atuava na função durante o mandato de Ziulkoski.

A indicação de Caravina deve-se a sua atuação marcante em defesa do municipalismo, sobretudo, ao poder de liderança que exerce como agente político com visão inovadora, cujo município que administra, Bataguassu, se destaca no ranking entre as 100 melhores cidades do país em gestão pública, colocando-se na 30ª posição e em 1º lugar em Mato Grosso do Sul.

O titular da Região Norte será Francisco Aguiar da Silva e o suplente Wagne Machado. O titular da Região Sul será Marcel Henrique Micheletto, com suplência para Alcides Mantovani. Já a Região Sudeste, terá como titular Daniela de Cássia Brito, cujo suplente será Luciano Salgado. Para a Região Nordeste, Rosiana Beltrão Siqueira, será a titular e o seu suplente Roberto Bandeira.

Discurso

No discurso de posse durante a XXI Marcha a Brasília, Aroldi destacou o papel de Ziulkoski na organização da entidade e na defesa de uma pauta municipalista, assumindo o compromisso de dar continuidade ao perfil de atuação do presidente que deixa a função.

Para um público que lotava as dependências do CICB (Centro Internacional de Convenções do Brasil) no final da manhã, Aroldi afirmou que prosseguirá a luta da CNM em defesa dos municípios, que nos últimos 21 anos resultou em conquistas de R$ 656 bilhões às administrações municipais.

“A CNM que assumimos, junto com os companheiros municipalistas, com a responsabilidade de orientar a caminhada a partir de agora, é uma referência nacional para diversos segmentos, uma entidade que transformou em conquistas dezenas de bandeiras do movimento municipalista”, disse Aroldi.

Com Assessoria