Carro que caiu no rio Vacaria e motorista morreu estava lotado de...

Carro que caiu no rio Vacaria e motorista morreu estava lotado de cigarros

COMPARTILHAR
Mercadorias abarrotavam o veículo. (Fotos: Rio Brilhante em Tempo Real)

Só esta manhã deve ser liberado do Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL de Dourados, o corpo de Gildevan Pereira de Lucena (41), que na tarde de ontem morreu no rio Vacaria após o veículo que conduzia cair de uma ponte de madeira. Morador em Nova Alvorada do Sul, Gildevan morreu em meio a uma carga de cigarros e produtos para narguille, supostamente oriundos do Paraguai.

O acidente em que o Gol caiu de rodas para o ar na água, ocorreu em uma estrada vicinal distante cerca de 40 quilômetros do período urbano de Rio Brilhante e que faz ligação com a BR-163. Populares avistaram o carro na água e acionaram a Polícia Militar e em seguida o Corpo de Bombeiros de Maracaju que resgatou o corpo do motorista preso dentro do carro, sendo o veículo posteriormente içado por maquinário de uma usina da região.

O caso é apurado pela Polícia Civil de Rio Brilhante que aguarda laudos de perícia para definir as circunstâncias do acidente. As mercadorias foram apreendidas e levadas para a delegacia. Ainda não se sabe se Gildevan viajava sozinho, ou em comboio procedente da fronteira. Seguidamente o DOF, PRF e Polícia Militar apreendem comboios com mercadorias procedentes do Paraguai a caminho de Nova Alvorada do Sul, onde são estocadas e redistribuídas quase sempre em ônibus, para diferentes pontos do Brasil.

Perícia definira causa da queda na água.