Celpa é processada por abusos contra consumidores

Celpa é processada por abusos contra consumidores

COMPARTILHAR

Uma força-tarefa formada por representantes do Ministério Público e da Defensoria Pública federais e estaduais iniciou três processos contra a Celpa-Centrais Elétricas do Pará, e a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica.

Os processos se baseiam em mais de 17 mil reclamações de consumidores e 11 mil ações em tramitação no Poder Judiciário. Os principais questionamentos são relativos a reajustes de tarifa, cortes irregulares, cobranças em duplicidade e falta de transparência nas contas.

A Aneel é acusada de ter permitido as práticas ilegais da concessionária. As três ações judiciais apresentadas pela força-tarefa pedem um total de R$ 20 milhões em indenização por danos sociais. Elas também buscam a suspensão imediata de práticas abusivas da empresa. As ações foram ajuizadas nas esferas judiciárias estadual e federal.

Em nota, a Aneel afirma que já foi notificada e, nos próximos dias, vai enviar as justificativas à Justiça. Entramos em contato com a Celpa, mas, até o fechamento desta edição, não obtivemos retorno.

Por aqui só conversa

Em Mato Grosso do Sul reclamação contra a Energisa, não foi além de reunião regada a muito cafezinho e água gelada, em que a concessionária “justificou” a cobrança monstruosa, ao uso de ar condicionado, mesmo por quem não possui nem ventilador. Pelo visto, boa parte de quem participou da reunião, saiu até com pena da concessionária.