Cerca de 800 calouros participam de Circuito de Aprendizagem da UCP

Cerca de 800 calouros participam de Circuito de Aprendizagem da UCP

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Como parte do projeto de Extensão e Pesquisa Universitária, cerca de 800 alunos do primeiro semestre do curso de Medicina da Universidade Central (UCP) de Pedro Juan Caballero, participaram da segunda edição do Circuito de Aprendizagem promovido pela instituição. Divididos em diversas turmas os alunos inscritos no evento receberam dos professores doutores informações sobre diversos temas que serão tratados em sala de aula, laboratórios e no dia-a-dia durante os próximos anos.

De acordo com Wenceslaa Gómez, diretora de Extensão Universitária da UCP, o Circuito Aprendizagem é uma forma de apresentar aos acadêmicos o mundo da medicina e os desafios que serão enfrentados por eles como estudantes e depois como profissionais médicos. “Com este tipo de atividade a UCP encaminha seus estudantes para um caminho humanitário, de responsabilidade social e de cuidado ao próximo. Muitos nunca tiveram um contato diretor com os assuntos tratados no Circuito e com o que foi passado agora eles passam a ter interesse e pesquisar sobre o tema, sendo portanto uma forma de faze-los pensar e refletir sobre o caminho que decidiram seguir e até corrigir e rever alguns conceitos que eles tinham sobre determinados assuntos”, disse ela.

O acadêmico Ruan Sávio que veio do Espirito Santo para estudar medicina na UCP, disse que o Circuito foi uma ótima oportunidade para ele aprender e até corrigir certas coisas que ele e a família fazem e que na visão dos médicos especialistas estão incorretas. Ruan participou do palestra sobre Pediatria e contou que alguns cuidados que a mãe dele, por exemplo toma em relação ao irmão que é pequeno não estão corretas e que agora ela poderá orientar em relação a forma de higiene com o recém-nascido, alimentação e outros cuidados necessários na primeira infância. “Vou usar a experiência deste evento em sala de aula e também na minha própria casa”, disse ele.

O técnico em enfermagem Adriano Marinque, já tem conhecimento na área médica, mas se mostrou surpreso com o que aprendeu e com os temas abordados pelos palestrantes. “Pude ver que existem muitas envolvidas em um procedimento médico e no tratamento do paciente do que já tinha aprendido e agora vou usar o que aprendi aqui na minha profissão de técnico de enfermagem e também em sala de aula”.

A coordenadora acadêmica da UCP, Elizabeth Vargas de Morán, disse que o Circuito de Aprendizagem foi muito bem aproveitado pelos alunos e que essa foi uma janela que se abriu para que eles pudessem olhar o curso de medicina mais direta e ter o primeiro contato com a realidade que irão enfrentar a partir de agora.

“Eles com certeza saíram mais preparados e devem usar o conhecimento que foi passado a eles por nossos professores doutores, em sala de aula e com isso há um crescimento ganho para todos, alunos, professores, a nossa instituição e a sociedade que um dia será atendida pelos futuros médicos que sairão aqui da Universidade Central muito bem preparados”.