Cliente denuncia ter sido agredido por frentista de posto

Cliente denuncia ter sido agredido por frentista de posto

COMPARTILHAR
Fila, confusão e denúncia (Imagem ilustrativa)

A corrida aos postos em Campo Grande nesta quarta-feira (23) em razão do temor de faltar combustíveis a partir de hoje, além de correria e grandes filas, acabou gerando um caso de polícia. Um frentista está acusado de ofender e agredir um cliente durante abastecimento.

De acordo com a denúncia formalizada na Depac-Centro, por volta de 20h um homem de 42 anos parou seu veículo em uma fila no Posto Conquista, na Avenida Bandeirantes, onde viu uma placa indicando que poderia ser feito abastecimento com cartão de débito ou dinheiro, quando o frentista disse que ele teria que ir para outra bomba. Ainda conforme a denúncia o condutor questionou o frentista e ele insistiu que deveria ir para outra bomba pois o preço era diferente, sendo que atendeu a orientação, mas o frentista começou a atender outras pessoas na sua frente, momento em que reclamou.

O cliente conta ainda que antes do abastecimento ouviu que o frentista estava dizendo que ele estava causando confusão e logo depois que pagou com o cartão de débito, perguntou ao frentista o motivo que estava falando mal dele, nesse momento o frentista lhe atacou com um murro no rosto, lhe causando lesão na boca.

A vítima relata também que pediu o nome do frentista, mas ninguém forneceu e disseram que ele estava apenas prestando serviço naquele dia. No local possui câmeras de segurança que possivelmente tenha filmado a ação do frentista. A polícia registrou o caso como lesão corporal dolosa. Em razão do horário desta publicação, não foi possível ouvir a administração do posto.